26 de setembro de 2015

Casamento faz bem para a saúde

0 COMENTÁRIOS


Parece óbvio dizer que o casamento faz bem para o casal.
Mas além das alegrias da união, uma pesquisa apontou que homens e mulheres ficam menos aptos a desenvolver depressão e ansiedade após o matrimônio.
Cerca de 35 mil pessoas em 15 países participaram do levantamento, conduzido pela psicóloga neozelandesa Kate Scott, da Universidade de Otago em associação com a Organização Mundial de Saúde e a Universidade de Harvard.
A pesquisa mostrou que casar é melhor para a saúde mental e também física das pessoas de ambos os sexos do que a "solteirice".
Os homens apresentam possibilidade menor de ter depressão no primeiro casamento do que as mulheres.
Por outro lado, o estudo mostra que o fim da relação por divórcio, separação ou falecimento está ligado ao aumento no risco de perturbações, como abuso de substâncias pelas mulheres e depressão nos homens.
Dicas para um casamento ser bem sucedido
Conviver com alguém pela primeira vez não é fácil. Quando se trata de um parceiro com quem você acabou de se comprometer pelo resto da vida, a situação pode ser ainda mais complicada.
A vontade de ser perfeita, de satisfazer as vontades dele e de evitar que ele se arrependa de ter casado com você geram uma tensão desnecessária, quando o que deveria acontecer é os dois desfrutarem e se adaptarem à vida a dois.
Para isso, é preciso justamente que não fiquem juntos o tempo todo. Ou seja, dar espaço ao outro é essencial para que haja aquela vontade de se verem, como acontecia quando não conseguiam se ver todos os dias.
Confira algumas dicas para que nada fuja do controle e o casamento seja um sucesso.
Mãos à obra
A primeira manhã em seu novo lar, hora de dar aquele toque pessoal. Comece a decorar e ajeitar o espaço em conjunto. Fique atenta para não pintar os cômodos de rosa: lembre-se de que a casa também é dele.
Fique sempre linda
Ele ser seu marido não é desculpa para que você se descuide da sua aparência. Toda vez que ele te olhar, ele deve se lembrar por que te escolheu como esposa e companheira.
Autocontrole
Tenha em mente que a convivência pode trazer à tona algumas características dele das quais você pode não gostar. Antes de começar uma briga, respire fundo e tentem chegar num acordo.
As primeiras noites
Provavelmente ele não te olhará tão apaixonadamente como antes, nem com tanto desejo. A rotina e os assuntos da casa podem inibir um pouco a paixão. Não deixe que ela morra: faça surpresas à noite sempre que possível.
Transparência nas contas
É importante, desde o primeiro dia, que as contas sejam bem feitas para que o dinheiro nunca seja um problema. Procure adequar os gastos de acordo com a capacidade econômica de cada um.
Diga "não" às pequenas discussões
Tente não repreendê-lo como se fosse sua mãe e estabeleça tratos e acordos para dividirem a casa, o banheiro e o controle remoto da televisão.
Surpreenda-o
ão perca as pequenas coisas que fizeram com que vocês se apaixonassem. Coloque um bilhete de amor no bolso dele, faça uma visita inesperada, dedique uma canção, prepare uma noite romântica. O importante é manter acesa a chama do amor.
Aceite-o como ele é
Lembre-se de que nem todo o amor do mundo é capaz de fazer com que ele mude alguns hábitos que podem parecer irritantes. Ele já era assim antes de vocês se casarem, e mesmo assim você decidiu juntar-se à ele. Então não tente fazê-lo mudar mais do que ele estiver disposto a mudar.
Não seja possessiva
Só porque você se casou com ele, não quer dizer que agora é dona da vida e do tempo do seu marido. Deixe que ele tenha sua independência e seus espaços. Não proíba que os amigos dele o visitem, nem que ele saia para tomar uma cerveja com eles. Também não pegue no pé se ele chegar mais tarde, porque você também vai querer ter esse tempo para curtir suas amigas.
Sempre amigos
Por fim, nunca deixe de ser sua amiga. Faça com que ele tenha, em casa, tudo o que ele precisar, e procurem se divertir com as mesmas coisas de antes, como viagens, cinema, um passeio, festas. Dessa forma, ele nunca terá que procurar isso em outros lugares ou com outras pessoas. 

Crédito:Luiz Affonso
Autor:Julia Reis
Fonte:Universo da Mulher

21 de setembro de 2015

Dilma é uma assombração que vaga pelas catacumbas do poder!

1 COMENTÁRIOS

Entre janeiro e julho, 850 mil trabalhadores com carteira assinada perderam o emprego. Só no setor industrial foram fechadas 610 mil vagas. Até o fim do ano, a imensidão de brasileiros demitidos neste angustiante 2015 passará de 1 milhão. E, como constata o comentário de 1 minuto para o site de VEJA, em 2016 o horizonte da economia vai exibir tonalidades ainda mais escuras.

Para escapar da demissão antecipada, Dilma Rousseff repete de meia em meia hora que foi eleita por 54 milhões de eleitores. Nesse colosso de gente que luta para sobreviver ao desemprego, centenas de milhares de famílias votaram em Dilma por terem acreditado nas mentiras reiteradas pela candidata ao segundo mandato. Uma delas garantia trabalho para todos ─ e para sempre.

O estelionato eleitoral forjado por uma ilusionista de picadeiro é um dos muitos crimes que tornaram ilegítimo o mandato que acabou sem ter começado. Dilma já deixou de ser presidente. É uma assombração que vaga pelas catacumbas do poder enquanto não vem o impeachment tão inevitável quanto a mudança das estações. Nada pode impedir o fim do inverno. Nem a chegada da primavera.


6 de setembro de 2015

Magnífica Grazi Massafera!

0 COMENTÁRIOS

Além das cenas de nudez, “Verdades secretas” também está bombando nas redes sociais ao abordar o  problema do envolvimento de pessoas bem sucedidas com o mundo das drogas, perdendo-se no diabólico cativeiro do crack. As cenas em que a modelo Larissa, interpretada por Grazi Massafera, foram um dos assuntos mais comentados por internautas na noite desta quinta-feira, 3, no Twitter. E não sem razão. Grazi está simplesmente estupenda no papel da modelo dominada pelo vício, transformando-se em um trapo humano, sem vontade e sem forças para libertar-se das malditas pedras e da cocaína.


A novela escrita por Walcyr Carrasco prima pela forma realista com vem abordando o tema. Merece especiais elogios à brilhante atuação de Grazi. “Novela para adultos, ousada, contundentemente realistra e perfeita! Grazi Massafera, indubitavelmente maravilhosa, afirma-se como a diva incontestável da trama!. 


Não foi apenas a transformação física de Grazi que fez a diferença, mas sim a interpretação segura,  a mudança de comportamento e atitudes da personagem, acompanhando sua degradação, a abjeção das situações que vive no sub mundo das drogas e dos viciados. Magnífica Grazi!

LINDA, CARISMÁTICA, MARAVILHASA GRAZI!

2 de setembro de 2015

Andressa Urach para os crédulos...

0 COMENTÁRIOS


Sem sombra de dúvidas, é compreensível que as pessoas ainda duvidem de tudo que sai da boca de Andressa Urach, afinal, ela mesma confessa a enxurrada de mentiras que disse para conseguir visibilidade na mídia, muitas delas muito graves, especialmente por envolver pessoas famosas, como o jogador Cristiano Ronaldo. Infelizmente, esse seu confessado deslise de caráter não impede que as suas quiçá inverídicas e polêmicas histórias sejam consumidas vorazmente por curiosos ou apreciadores de sensacionalismo. Prova disso é que sua biografia ‘Morri para Viver — Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição’ (ed. Planeta, 288 págs., R$ 36,90) acaba de ser lançada com uma tiragem de 1 milhão de exemplares e já está esgotada em muitas livrarias. “A editora já teve que repor em diversos locais”, garante (será?) a nem sempre verdadeira segunda colocada no concurso Miss Bumbum, que hoje tem um quadro como repórter no ‘Domingo Show’, da Record, isto mesmo se ter um diploma de jornalista. 

Suas escandalosas revelações envolvem a perda da virgindade com o meio-irmão, orgasmo com um cachorro, envolvimento com bandido, relações lésbicas inventadas e combinada com a mulher e com o paparazos que fotografaram as duas aos amassos, para conseguir ser capa de revistas, além do que ocorreu em seu período internada em coma num hospital. Mas tudo isso não passa de uma desculpa para ela contar o que realmente a fez mudar de vida: a fé. Agora convertida à religião evangélica, Andressa diz que tudo que escreveu e divulgou foi para obter o perdão, se dedicar ao filho Arthur, de 10 anos, e ajudar aos que passam pelas mesmas dificuldades. Que garota santa! Em nenhum momento pensou na dinheirama que iria ganhar, no sensacionalismo na mídia, nos ganhos com a volta ao mundo da fama, perdido depois de ter o corpo deformado pelas cirurgias? O assassino de Daniella Perez também se converteu e se faz passar por uma flor de bondade e virtudes.  

Infelizmente não consigo acreditar em nada do que esta mulher ardilosa diz ou escreve, especialmente depois de tê-la visto em A Fazenda dando shows de mau caratismo, de desrespeito e de exibicionismo (ao ficar totalmente despida, em uma festa, e dando voltas em torno da piscina , para constrangimento dos presentes no evento. Não esqueço as escandalosas aparições dela na Copa do Mundo, querendo forçar uma visita ao Jogador Cristiano Ronaldo, apesar da recusa dele de qualquer aproximação com ela. Não esqueço as barbaridades que ela protagonizou para ser notícia. Se está usando roupas recatadas, se cobre o corpo, é porque não tem condições de exibir as cicatrizes que acabaram com a falsa beleza do seu corpo, cheio de buracos, manchas e flacidez.


Aí segue alguns trechos da entrevista que Andressa deu para um reporter:
Você era uma pessoa ambiciosa e má. Por quê? Seu livro mal foi lançado e já teve uma repercussão gigante. Mas muitas pessoas não acreditam nas histórias contadas porque você já inventou várias situações para se promover. Você afirma que nada ali é fruto da sua imaginação? 
Tudo é 100% verdade. Uma pessoa que acredita na palavra de Deus não pode mentir. São assuntos polêmicos, entendo que as pessoas duvidem, eu também duvidaria de mim. Antes, queria esconder meu passado, fiquei louca quando me chamaram de garota de programa no reality ‘A Fazenda’, mas agora conto a verdade como uma forma de me perdoar ( Vai vendo como a garota ficou humilde e mansinha. Logo mais vai estar pregando a palavra de Cristo, como Pastora Evangélica!).
Durante seis anos, fui muito ruim e paguei por isso. Quanto mais famosa, mais disputada eu era. Sentia prazer de sair com atores, jogadores, estragar casamentos como amante. Tive três overdoses, relacionamentos com bandidos, vi que a morte estava na minha frente. Depois, vi que é possível mudar, sim. (Esqueceu que fazia trabalhos de macumba em terreiros para obter fama e dinheiro, como revelou em entrevista a Sônia Abrão?)

Você conta que gastou mais de R$ 1 milhão em tratamentos estéticos. O que sobrou do dinheiro que ganhou com a prostituição? 
Cheguei no auge com o corpo perfeito, carro importado, cobertura no Rio. Mas nunca coloquei na ponta do lápis. Agora, baixei meu custo de vida. Troquei minha BMW que valia R$ 120 mil por um Fluence, de R$ 60 mil. Mas ainda tenho três apartamentos. Também deixei de jantar em restaurantes caros, com conta de R$ 500, para comer em casa com meu filho. E olha que eu mesma que cozinho. (Ai, que coisita mais cut,cut!)

Com a vida mais humilde, não dá vontade de voltar ao luxo? Como se sustenta? 
Com a minha conversão (à religião evangélica), vi que quando você entra na coisa errada, não consegue sair. Me sujeitei a coisas nojentas porque ganhava mais por elas, eu focava e mentalizava: ‘Pensa no dinheiro, pensa no dinheiro’. Hoje, passo longe do que me fez mal, noitadas, álcool, drogas. Não vou mais me corromper. Sou contratada da Record e tenho uma coleção de roupas. Ganho metade do que faturava, não se compara ao que eu ganhava, mas vale a pena.

O abuso que você sofreu na infância deixou muitas marcas. Mas achei meio mal explicado no livro. Como, de fato, esse homem que você considerava um avô abusou de você? 
Digo que perdi a virgindade com meu meio-irmão porque não considero o que aquele homem fez como perda da virgindade, mas foi com os abusos dele que houve a ruptura do hímen. Ele colocava os dedos na minha vagina, houve penetração com o pênis, sim. Mas essa violência toda me bloqueou.

Você é muito vaidosa. Acha que vai ficar com vergonha quando os homens virem suas cicatrizes? 
Me sinto totalmente mais bonita com as cicatrizes. Olho para os buracos na minha perna e penso: ‘Que bom que aconteceu tudo isso.’ Agora, exalto meu sorriso, que acho lindo. Já me ofereceram para eu operar as cicatrizes, mas não quis. Chega disso! (Também acredito em Papai Noel.)

Você disse que já pensou em se matar. Mas, de fato, você tentou alguma vez? 
Já estava envolvida com drogas, quebrei copo na cara de meninas. Pensava em me matar, tomar remédios. Mas nunca fui às vias de fato. Fiz até seguro de vida porque sabia que de alguma forma eu ia morrer.

Uma história no livro ganhou destaque, em que você fala que teve orgasmo após um cachorro lamber suas partes íntimas. Mas você tinha 11 anos. Você já entendia o que era orgasmo? 
Eu não sabia. Descobri o que era prazer com o cachorrinho. Porque eu tinha 11 anos, nunca tinha tocado naquela região, aí fui brincar com minha amiga que tinha a minha idade e ela me contou que colocava o cachorrinho pequenininho nas partes íntimas. Eu também quis fazer e senti prazer, porque o cachorrinho lambeu meu clitóris ali, e eu descobri o clitóris. Senti o prazer através daquilo. Aí acabei dormindo vários dias na casa da minha amiguinha, fazia questão de dormir lá (risos). A gente ri, mas é horrível. Que vergonha falar um troço desse.

Você também já fez sexo em grupo com jogadores. Você acha que eles são infiéis e adoram orgia? 
Jogador tem a coisa da ostentação, do ego. A maioria é infiel. Eles vivem em ambientes com muita mulher, muita festa. Eu fazia o meu trabalho. Eles adoram orgia. A gente topa, mas eles nem dão conta. Eu transei com três homens ao mesmo tempo. Mas cheguei a fazer sexo com sete num mesmo dia. E transei com mais de mil no total.